SALVE NEGUINHO DO SAMBA (REGGAE)

postado por Jary Cardoso @ 7:00 PM |
31 de outubro de 2009
Neguinho do Samba

NEGUINHO DO SAMBA – Foto: IRACEMA CHEQUER | Agência A TARDE

MORRE O INVENTOR DO SAMBA-REGGAE


A Tarde On Line – Com informações da repórter Carine Aprile


Antonio Luís de Souza, 54 anos, mais conhecido como Neguinho do Samba, morreu no início da tarde deste sábado, 31, em Salvador, vítima de infarto. Segundo informações da família, Neguinho sofria de insuficiência cardíaca e diabetes e já vinha reclamando da saúde nos últimos 15 dias. Nesta madrugada, por volta das 3 horas, o músico sentiu um mal estar e foi de táxi ao posto médico de Pernambués. No local, ele foi medicado e retornou à sua residência, no Pelourinho, voltando a se sentir mal no início desta tarde, quando faleceu.

O músico chegou a pedir ajuda a uma de suas filhas, que imediatamente chamou o Samu, mas quando o serviço médico chegou ao local, o artista já não tinha sinais vitais. O velório será no salão da Associação Educativa e Cultural Didá, no Pelourinho. O dia e local do sepultamento do músico ainda não foi informado. A família aguarda a resposta de um dos sete filhos do maestro, que atualmente reside na Itália.

Fundador da escola de percussão do Olodum e do bloco Didá, ele também foi o inventor do ritmo “samba-reggae”, modificando tambores para conseguir afinações e sonoridades diferentes, criando um ritmo musical único, com a cara da Bahia.

Filho de um tocador de “bongô” e de uma lavadeira, Neguinho desde cedo treinava percussão tocando nas bacias de alumínio de sua mãe. Foi eletricista, ferreiro e camelô. Sua música chegou a ser internacionalmente reconhecida.

Maestro do Olodum, tocou com David Byrne, Paul Simon e Michael Jackson. Com Simon, o Olodum gravou o CD The Rhythm of the Saints, em 1990. Feliz com o resultado do trabalho, Simon procurou o músico e lhe ofereceu um carro importado como forma de agradecimento. Neguinho agradeceu a oferta, mas preferiu mudar o presente, e, em vez de um carro, escolheu uma casa no Pelourinho, no mesmo valor, onde fundou sua escola.

Neguinho do Samba aparece no clipe de Michael Jackson They Don’t Care About Us, vestido nas cores do pan-africanismo (verde, amarelo e vermelho) regendo os percussionistas do Olodum.

Didá –
O projeto nasceu pelas mãos de Neguinho, que via a necessidade de oferecer para as mulheres, principalmente as negras, um espaço para expor suas idéias e desenvolver atividades. Didá é uma associação cultural e sem fins lucrativos fundada em 1993 e que atua promovendo gratuitamente atividades educativas com base na arte e nas manifestações populares criadas e mantidas pelos africanos e por seus descendentes.

Atualmente, a instituição oferece 11 cursos – percussão dança afro, teatro, capoeira, artesanato, canto, bateria, violão, cavaquinho, teclado e sopro, e chega a atender entre 600 a 800 crianças e adolescentes por ano.

Além dos cursos, o projeto se estende ao bloco afro carnavalesco, loja de artigos Didá e o projeto Sòdomo, centro de aprimoramento feminino Didá Banda Feminina.


NOTA DO EDITOR – Soluçando, em lágrimas, presto um tributo a Neguinho do Samba, criador do samba-reggae, falecido hoje no início da tarde, lembrando o vídeo de Michael Jackson gravado no Pelourinho e no Rio e que no final tem um solo fabuloso da giga-Banda Afro Olodum.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=KevofpSkoMY&color1=0xb1b1b1&color2=0xcfcfcf&hl=pt-br&feature=player_embedded&fs=1]

Tags: , ,

4 Responses to “SALVE NEGUINHO DO SAMBA (REGGAE)”

  1. barreto  Says:

    Alô
    Leocrete e seus companheiros de Câmara :

    Neguinho do Samba merece, esse sim, um monumento digno no Pelô.

    (Maiconjéckson é causa de americano)

  2. maisa paranhos  Says:

    Foi ontem, na belíssima apresentação de Moraes Moreira no TCA, que tivemos notícia sobre o falecimento de Neguinho do Samba. Mais tarde, Arnaldo Antunes, na Concha, prestou também sua homenagem ao Artista, este sim, verdadeiro representante da baianidade e fez pela sua gente.
    Faleceu, não morreu não.
    Jary, sei o quanto vc deve estar triste.
    Abraço você, meu amigo.

  3. Instrumentista  Says:

    Sempre fará falta, merece respeito eterno de todos nós, pessoa simples e humilde. O Pelô precisa mesmo de um monumento com ele.
    Uma pena… valeu pela lembrança!

  4. Monica  Says:

    Como sempre, faz uma falta danada… Boa lembrança.

Leave a Reply



Grupo A TARDE

empresas do grupo

jornal a tarde | a tarde online | a tarde fm | agência a tarde | serviços gráficos | mobi a tarde | avance telecom | massa!

iniciativas do grupo a tarde educação | a tarde social


Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA, CEP-41820570. Tel.: 71 3340-8500 - Redação: 71 3340-8800


Copyright © 1997 - 2010 Grupo A TARDE Todos os direitos reservados.