O DIA-A-DIA MUSICAL DE TUZÉ DE ABREU

postado por Jary Cardoso @ 8:39 PM |
19 de setembro de 2010

.

EXTREMOS

.

texto de TUZÉ DE ABREU

.

Este ano classifiquei uma, digamos, canção, entre as cinquenta no festival da Rádio Educadora. Fiquei lisonjeado quando o doutor em composição Wellington Gomes, recentemente premiado com um primeiro lugar em Berlim, ouviu e falou bem da minha composição, inclusive usando termos pertinentes a um analista musical experimentado. Ele também conhece bem (e ensina) análise musical tonal e pós tonal.

Outro dia, caminhando pela Rua do Salete em busca de material de informática, fui abordado por um homem mestiço, magro, com cabelos grandes estilo rastafari, tendo um machado de Xangô impresso na frente da camisa e exalando cannabis sativa. Este cidadão me abraçou e disse (não lembro bem das palavras, mas o sentido foi este) que há muito não ouvia uma música como ONDE OLHO (a minha composição). Ele a ouviu pelo rádio e ficou muito impressionado e comovido. Brotaram imediatamente lágrimas dos meus olhos.

***

Na noite de 17 de setembro, fui com minha filha e amigas assistir a uns shows no Pelô. Gostei muito do Capitão Cometo que foi auxiliado pelo Capitão Parafina e teve uma participação de Irmão Carlos (que eu já conhecia com o seu grupo, O Catado). Estou falando de rock bem humorado, com alguns números (bons) apenas instrumentais, tocados por um power trio (guitarra, contrabaixo elétrico e bateria).

Há muito não me divertia tanto com o que Ricardo Luedy chama de música hormonal. Gostei mais deles do que da atração principal, Móveis Coloniais de Acaju, que conheci em São Paulo quando fui um dos curadores do Itaú Cultural. Os Móveis soaram melhor no CD avaliado por nós na Sampa (aprendi esta com Tom Zé). Eles ao vivo são muito barulhentos, com raros momentos de transparência. Ouvindo-os, lembrei do meu querido amigo Perinho Albuquerque que, certa vez ouvindo um determinado grupo tocar, perguntou de quem era o aniversário. Perguntei a ele por que a pergunta, e ele: “o bolo já está aí”.

***

Na noite seguinte fui com João e Rosa (meus filhos) mais Ane, a namorada de João, à ópera O Barbeiro de Sevilha, de Rossini, no TCA. Uma montagem extraordinária onde os cantores interagem com desenho animado o tempo todo. Além da alta qualidade dos cantores e da orquestra, a montagem originalíssima, nunca vi nada igual, deu não apenas um relevo formidável como tornou a ópera muito mais atraente, sobretudo para as crianças, os jovens e os preconceituosos para com esta linguagem lírica. O desenho e a animação também eram de alto nível. Fiquei muito impressionado com a sincronia. A manutenção do andamento musical deve ter dado um trabalhão. Todos saímos encantados.

Tags:

Leave a Reply



Grupo A TARDE

empresas do grupo

jornal a tarde | a tarde online | a tarde fm | agência a tarde | serviços gráficos | mobi a tarde | avance telecom | massa!

iniciativas do grupo a tarde educação | a tarde social


Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA, CEP-41820570. Tel.: 71 3340-8500 - Redação: 71 3340-8800


Copyright © 1997 - 2010 Grupo A TARDE Todos os direitos reservados.